Art Art Exhibition Art in Europe Artist

Ruskin – Modigliani: O Escândalo do Cabelo Púbico

Exibição: Modigliani

Data: 23 de Novembro de 2017 – 2 de Abril de 2018

Museu: Tate Museum, London.

Nu sobre uma almofada azul, 1917. Pintura a óleo, 65,4 x 100,9 cm. National Gallery of Art Washington D.C

Amedeo Modigliani nasceu em Livorno (Itália) em 1884 e faleceu com a idade de 35 anos em Paris. De mãe francesa e pai italiano, foi educado na fé judaica e cresceu assim em contacto com três culturas. Modigliani era um homem charmoso e apaixonado que teve várias ligações amorosas ao longo da vida. Três fontes alimentaram o incomparável poder visionário do artista: sem negar a sua herança italiana e clássica, ele compreendia igualmente a sensibilidade e o estilo francês, particularmente o ambiente artístico denso que reinava em Paris no final do século XIX. Além disso, ele destacava-se por uma lucidez intelectual influenciado pela tradição judaica.

Nu deitado com braços abertos (Nu vermelho), por volta de 1917. Pintura a óleo, 60 x 92 cm. Colecção Gianni Mattioli

Contrariamente a outros vanguardistas, Modigliani pintava essencialmente retratos com formas alongadas. Atribuiu um carácter estranho e acrescentou um toque melancólico que lhe era próprio. Os seus Nus são de uma beleza sublime e marcados por um erotismo exótico. Em 1906, Modigliani estabeleceu-se em Paris, centro da inovação artística e do comércio internacional da arte.

Aí frequentou regularmente os cafés e as galerias de Montparnasse, lugares de encontro dos mais diversos grupos artísticos. Muito cedo, tornou-se amigo de Maurice Utrillo (1883-1955), pintor néo-impressionista e alcoólico, e do pintor alemão Ludwig Meidner (1844-1966) que o qualificava de “o último verdadeiro boémio” (Doris Krystof).

Nu deitado, 1917. Pintura a óleo, 60 x 92 cm. Staatsgalerie , Estugarda

Sua mãe enviou-lhe todo o dinheiro de que ela podia dispor, no entanto ele foi obrigado frequentemente a mudar de domicílio. Por vezes, teve mesmo de abandonar as suas obras logo que, incapaz de pagar a sua renda, deixava precipitadamente os lugares. Eis a descrição de uma das casas de Modigliani por parte de Fernande Olivier (1881- 1973), a primeira amiga de Pablo Picasso em Paris, no seu livro Lembranças íntimas – Escritos por Picasso:

«Um estrado sobre quatro pés numa canto da divisão. Uma pequena fornalha oxidada com uma bacia de terra cozida nela pousada; ao lado, sobre uma mesa em madeira branca, uma toalha e um pedaço de sabão. No outro canto, uma caixa estreita e miserável, borrada de pintura preta, usada como sofá. Uma cadeira de verga, cavaletes, telas de todas as dimensões, tubos de cores espalhados pelo chão, pincéis, recipientes para a essência de terebintina, um pote contendo ácido nítrico (para as gravuras) e sem cortinados.»

Nu sentado com colar, 1917. Pintura a óleo, 92 x 60 cm. Colecção particular

Modigliani era uma das personagens eminentes do Bateau-Lavoir, esta famosa casa onde numerosos artistas, como Picasso, tinham os seus ateliers. É provavelmente ao escritor e boémio Max Jacob (1876-1944), um amigo de Modigliani e de Picasso, que o Bateau-Lavoir deve o seu nome. Nesta época, Picasso pintou As Meninas de Avignon, esta representação radical de um grupo de prostitutas que marcou o início do cubismo. No Bateau-Lavoir, os outros artistas trabalharam também para o desenvolvimento do cubismo, como os pintores Georges Braque (1882-1963), Jean Metzinger (1883-1956), Marie Laurencin (1885-1956), Louis Marcoussis (1883-1941) e os escultores Juan Gris (18873), Jacques Lipchitz (1891-1973) e Henri Laurens (1885-1954).

Retrato de Jeanne Hébuterne, 1918. Pintura a óleo, 100 x 65 cm. Norton Simon Art Foundation, Pasadena, Califórnia

Nesse tempo, as cores vivas e o estilo livre do fauvismo usufruíam de uma grande popularidade. Modigliani conheceu os Fauves do Bateau-Lavoir, nomeadamente André Deram (1880-1954), Maurice de Vlaminck (1876-1958) e o escultor expressionista Manolo (Manuel Martinez Hugué; 1876-1945) assim como Chaim Soutine (1893-1943), Moïse Kisling (1891-1953) e Marc Chagall (1887-1985). Nos seus retratos, Modigliani representou um grande número desses artistas. Além de Max Jacob, outros escritores eram também atraídos por esta comunidade, como Guillaume Apollinaire (1880-1918), poeta e crítico de arte (e amante de Marie Laurencin), o surrealista Alfred Jarry (1873-1907), Jean Cocteau (1889-1963), escritor, filósofo e fotógrafo, cuja relação com Modigliani era ambígua e André Salmon (1881-1969) que escreveu mais tarde um romance adaptado para o palco sobre a vida, muito pouco convencional, de Modigliani (La Vie passionnée de Modigliani, Edições Seghers, Paris). A escritora americana e coleccionadora de obras de arte, Gertrude Stein (1874-1946), bem como o seu irmão Léo também se encontravam entre os habituais de Bateau-Lavoir.

Retrato de Jeanne Hébuterne com um grande chapéu, 1917. Pintura a óleo, 55 x 38 cm. Colecção particular

Apelidado “Modi” pelos seus amigos, certamente um jogo de palavras baseado na expressão peintre maudit (pintor amaldiçoado), ele estava convencido que as necessidades e os desejos do artista eram diferentes daqueles dos homens vulgares. Daí a sua convicção de que a sua vida fosse julgada de modo diferente; teoria que o levou a leitura de autores como Friedrich Nietzsche (1844-1900), Charles Baudelaire (1821-l867) e Gabriele d‘Annunzio (1863-1938). Modigliani teve inúmeras ligações amorosas; bebeu bastante e consumiu drogas. De tempos a tempos, ele retornava a Itália a fim de ver a sua família e descansar. Na sua infância, Modigliani sofreu de pleurisia e tifóide, doenças dos quais nunca ficou completamente curado. A constante falta de dinheiro e a sua vida instável e libertina agravaram o seu estado de saúde já por si preocupante…

Para obter uma melhor visão da vida e do trabalho de Modigliani, continue com esta emocionante aventura clicando em :  Modigliani , Amazon UK , Amazon US , Ebook Gallery , iTunes , Google , Amazon AustraliaAmazon CanadaAmazon Germany , Ceebo (Media Control), CiandoTolino Media , Open Publishing , Barnes&NobleBaker and Taylor , Amazon Italy , Amazon Japan , Amazon China , Amazon India , Amazon Mexico , Amazon SpainAmabook , Odilo , 24symbols , Arnoia , Nubico , Overdrive , Amazon France , numilog , youboox , Cyberlibris , Kobo , Scribd , Douban , Dangdang